Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIVAGAR DEVAGAR-2

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Momento Poético - 78

Alexey Steele.jpg

                                                   (pintura do artista russo Alexey Steele)

 

 

Lágrimas de amor

 

 

Dizias que teus olhos eram lágrimas

rios de sofrimento e de tristeza

que desciam    dos teus    até meus lábios,

numa espiral de medos e incerteza.

 

Odiaste as palavras e falácias

dum falso amor que te roubou pureza

e que    em vão    procurou desunir laços

que mantinham a nossa vida acesa.

 

Sei que as lágrimas não dizem só dor

não choram as manhãs de tempestade

nem nos fazem perder a liberdade

 

de sermos um amor de eternidade…

Nas lágrimas    trouxeste o teu calor

que inundou    de candura    o nosso amor.

 

(batista_oliveira – 24/04/2018)

Momento Poético - 77

Pablo Picasso - play the guitar.jpg

                 (pintura de Pablo Picasso - "play the guitar")

 

 

Liberdade

 

Trazias   no teu peito   uma guitarra

repleta de palavras e silêncios...

Nas unhas    uma pauta e o intenso

tilintar de bemóis    em algazarra.

 

Na tua voz   o canto da cigarra

soltando melodias    em suspenso

sobre a luz e a cor de um rio imenso                                 

exalando paródia   riso e farra.

 

Era o dia da tua liberdade…

Trazias a guitarra no teu peito

e   nas cordas   um jeito e a vontade

 

de mover sustenidos   numa clave

do teu mundo   radiante de saudade

coração onde só o sonho cabe.

 

(batista_oliveira - 07/07/2015)

Momento Poético - 76

 

anna razumovskaya -1.jpg

 

                                                (Pintura da artista polaca Anna Razumovskaya)

 

 

Silêncio final

 

No silêncio de nós dois    sobra a luz

que rasga a negritude das vivências

abafadas    nos tons da contraluz

esbatida     em  ingénuas divergências

 

dum tempo que    já sem tempo    reluz

na pele    já tão gasta de aparências

e    num vaivém de lutas    nos conduz

ao verdadeiro mundo de evidências.

 

Neste doce silêncio    que nos une

existem mil poemas por dizer

num terno abraço    que ninguém desune.

 

No muito    que o silêncio faz sofrer

nenhum    de nós dois    vai ficar impune…

juntos    ou não    teremos que morrer.

 

(batista_oliveira - 10/04/2018)

 

Momento Poético - 75

Ron Hicks, “Kisses and Coffee”, 2014.jpg

                                      (Pintura de Ron Hicks, "Kisses and coffee" -2014)

 

O calor dos teus lábios

 

 

No silêncio de ti    pensaste em mim.

Sabias dos caminhos que pisavas

e    muito mais    daqueles de que vim

para chegar ao sítio onde tu estavas.

 

Trazias um cheirinho de alecrim

nas vestes transparentes que trajavas

eu vestia umas calças de cotim

daquela cor escura que adoravas.

 

Sempre bela e vestida de sorrisos

chegaste    com silêncio nos teus beijos

que me poisaste em lábios indecisos.

 

Sorrindo para ti    com mil desejos

minha avidez sorveu os teus sorrisos

e o calor de teus lábios    sem arquejos.

 

(batista_oliveira - 20/03/2018)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D