Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIVAGAR DEVAGAR-2

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Momento Poético - 90

Alberto Pancorbo Tutt'Art@ (84).jpg

                                  (pintura de Alberto Pancorbo, artista espanhol)

 

 

 

No mais fundo do teu olhar

 

No mais fundo do teu olhar    existe

a palavra singela    o verbo amar…

No silêncio e beleza    desse olhar

também existe a dor que    em vão    resiste

 

dum outro olhar    o meu    que nunca viste

para além    das palavras    a calar

das lágrimas que foram para o mar

e a  tristeza que    ainda    em mim   persiste.

 

O teu olhar foi luz que iluminou

tantos sorrisos    tantas sensações

que foram o fermento que gerou

 

tanta esperança    tantas ilusões

que    o nosso sentimento    alimentou

fazendo renascer dois corações.

 

(batista_oliveira - 31/07/18)

Momento Poético - 89

 

Victor Bauer - Tutt-Art@ (45).jpg

                                                    (pintura de Vitor Bauer)

 

 

Veredas de sangue

 

Especada    em torpor    e bem distante

imaginavas coisas dolorosas

diria mesmo    coisas escabrosas

que viveste    de forma revoltante.

 

Teus olhos    na lonjura    equidistante

dos teus sonhos    miravam as brumosas

horas que    em vão    passaste    nas penosas

veredas    dum amor desconcertante.

 

Há dias    em que as pedras da calçada

parecem estilhaços perfurantes

de vidros e agulhas penetrantes…

 

Tu    sem querer    sentiste a dolorosa

cicatriz    que ficou da tenebrosa

caminhada    nas pedras da calçada.

 

(batista_oliveira – 24/07/2018)

Momento Poético - 88

 

eric k wallis 2.jpg

                                                                   ( pintura de Eric K. Wallis)

 

 

A cor do silêncio

 

Entraste    num silêncio de palavras

nada disseste    nada te moveu

nem teus olhos mexeram    e calavas

a nudez    que o pecado pôs ao léu.

 

Lembro-me    doutros tempos    que falavas

e o teu sorriso tinha a cor do céu

recordo    quando tu me consolavas

pedindo-me um sorriso    igual ao teu.

 

Outros tempos    dirás tu    com saudade

tempos de juventude e muito amor

em que buscavas só felicidade…

 

Hoje    o silêncio traz-nos outra cor

e teus olhos    chorando de piedade

ferem meu coração    cheio de dor.

 

(batista_oliveira - 17/07/18)

Momento Poético - 87

Vladimir Volegov.jpg

                                                  (pintura de Vladimir Volegov)

 

 

Mulheres…

 

 

Há mulheres   que me enchem os olhos e o peito
mulheres    que conseguem dar-me a volta à mente
mas que merecem ter    de mim    todo o respeito

sem    jamais    tornar minha esposa    amor ausente.

 

Beleza de mulher    só terá qualquer jeito

se a admirarmos    de forma educada e decente

porque    esse corpo    nunca terá sido feito

p’ra se abusar     de forma vil    concupiscente.

 

Nas suas doces curvas    perco o meu olhar

num prazer    sem limites    numa vibração

que faz estremecer a volúpia de amar…

 

Mulher arte    mulher beleza    mulher sonho

de tantas e tão belas horas de ilusão

mulher   flor dum jardim    onde vivo risonho.

 

(batista_oliveira - 03-07-18)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D