Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DIVAGAR DEVAGAR-2

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Momento Poético - 116

emerico imre toth.jpg

                         (pintura do artista húngaro, Emerico Imre Toth)

 

 

No lago dos teus olhos

 

Recordo o teu  olhar    de luz intensa

fixo num  horizonte    sem ter fim

buscando uma razão    talvez pretensa

para as questões que te pus    sobre mim.

 

Em ti    não vi nenhuma malquerença

que pudesse virar-te    contra mim

pois    em nós    não havia diferença

que pudesse gerar    qualquer chinfrim.

 

No lago dos teus olhos    sempre vi

que    nosso amor    seria eterna luz

e    nos passos que deste    sempre li

 

as marcas da esperança que    em ti    pus

e as ondas dos afetos que senti

na relação a  que  fizemos jus.

 

(batista_oliveira - 26/03/2019)

Momento Poético -115

 

alex alemany5.jpg

                                       (pintura do artista espanhol Alex Alemany)

 

 

 

Para sempre    mulher

 

Trazias    entre as coxas    um sacrário

de divinal amor    louco prazer.

Nele    depositei todo o meu ser

fiz ninho    do meu sexo imaginário.

 

Duas vezes    douraste o teu berçário

duas pérolas    vimos florescer

dia    após dia    vi-te amanhecer

sentindo o sol    beijar teu estuário.

 

Corpo de mulher    corpo de prazer

sonho de mulher    sonho de loucura

tudo    em ti    me fazia estremecer.

 

Sacrário divinal    mulher madura

refúgio do meu sémen    a ferver

mulher de ontem    mulher de hoje    e futura.

 

(batista_oliveira - 12/03/19)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D