Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DIVAGAR DEVAGAR-2

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Na lonjura do horizonte a busca etérea da luminosidade espiritual...da doçura do sonho, às agruras da realidade.Palavras e imagens que, devagar, divagam entre ignotas luzes, sombras e penumbras, de ciclos de vidas incertas e perdidas.

Momento Poético - 60

 

afremov1.jpg

 (pintura de Leonid Afremov)

 

poema nascendo na dor da carne

 

existem  palavras

feridas na carne por gumes de dor

que despedaçam as frases

num estridor de vozes famintas

declamando silêncios de sangue…

 

a fúria do efémero

com gestos de violência 

aponta as  espingardas

à carne e ao sangue

das palavras

cativas em silêncios estenosantes…

 

surgem palavras de arremesso

balas sibilantes

que deixam cicatrizes

com sabor à alma

das frases perdidas

e sentidas…

 

então liberto

o poema cresce

como um fruto

ondulando sobre a língua

como um gesto 

no hálito  e na avidez das bocas caladas

já sem dor, sem sangue, sem saliva…

 

cresce o poema

impondo a melodia ao silêncio

soltando no tempo a poesia

para mostrar que a vida

tem cor e luz

quando irriga

o coração da realidade

e coloca as suas sementes

nas famintas entranhas do homem

transpondo o pesadelo

que alimenta

na sua essência

a carne das palavras

para além da ternura

de tantos silêncios

que gritam

as palavras que germinam

no útero

de todas as vozes caladas.

 

(batista_oliveira -10/10/2017)

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D